Logo

A Igreja dos Peregrinos

Na Igreja de Peregrinos há lugar para acolher os muitos peregrinos da Alemanha e de diferentes partes do mundo que visitam Schoenstatt que aqui chegam em busca de um encontro mais pessoal e profundo com a Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt.
Nas celebrações liturgicas ressoam os louvores a Deus pelas maravilhas operadas na vida de Maria – e as maravilhas que deseja realizar também em nossas vidas.
Próximo da Igreja se encontra a Praça dos Peregrinos. Um grande anfiteatro ao ar livre e uma Via-Sacra fazem parte desta praça que pode acolher milhares de pessoas.


Um lugar de encontro com Deus e Nossa Senhora

Todos que peregrinam a Schoenstatt estão convidados a visitar a Igreja dos peregrinos e participar das celebrações liturgicas.
A Igreja dos Peregrinos é um lugar de encontro com Cristo no Sacramento da Eucarístia e da reconciliação.
Esta Igreja está consagrada à Mãe, Rainha e Vecendora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, cuja imagem de graças encontramos em seu interior.
Diante do Tabernáculo, de joelhos, é Nossa Senhora mesma quem nos explica o verdadeiro significado da Igreja. Diante da imagem da Mãe de Deus os peregrinos podem acender uma vela para pedir e agradecer a sua intercessão.

O Altar da Igreja possui um significado histórico. Nele, o Fundador da Obra de Schoenstatt, Pe. José Kentenich, celebrou a Santa Missa.

A Cruz –atrás do altar, à esquerda – é símbolo da redenção de Cristo, que na cruz nos revelou até o extremo o seu amor. Seu desenho colorido expressa a alegria da Ressurreição.

O Tabernáculo, a cruz e a moldura da imagem de graças de Maria foram criados pelo artista chileno Juan Fernández.

O desenho curvo do teto chama a atençao. As vigas de madeira estão firmemente unidas ao solo. Primeiro sobem retas e depois se curvam em direção ao céu, símbolo de que Deus nos leva para Ele.
A grande janela na parte superior e central da Igreja, ilumina inteiramente o ambiente e permite que a luz entre desde o céu, como símbolo de Cristo, a luz do mundo, que ilumina nosso caminhar na terra.

A Igreja dos peregrinos está cosntruída de forma circular, lembrando uma tenda.
Na a cerimônia de sua consagração disse o arquiteto:
“A partir desta tenda na terra, dirigimos nosso olhar ao alto: para a luz, para a cruz, para a cúpula, ao infinito!”
No centro da Igreja, sobre o piso, há uma placa que indica que a Igreja está dedicada à MTA, a Mãe três vezes Admirável de Schoenstatt.

A Igreja foi contruída no início do terceiro milênio, como um presente a Deus Uno e Trino para os numerosos peregrinos que chegam a Schoenstatt, vindos da alemanha ou do estrangeiro.
Com seus 1350 acentos, a Igreja oferece um grande espaço para os peregrinos. A construção ecológica ajuda que o homem e a natureza encontrem harmonia e união com Deus. A estrutura de madeira oferece calor à Igreja e proximodade com a criação de Deus.

A Cruz dourada no ápice do teto, recolhe a forma circular da Igreja e aponta para a luz e o sol. Estes são símbiolos da Ressurreição que nós como cristãos acreditamos. No centro da cruz encontramos um círculo dourado – sem início e sem fim – símbolo da eternidade de Deus.
A cruz termina como um globo – o mundo – no qual encontramos um grande “M” que nos indica a Maria, que esteve de pé sob a cruz como companheira e colaboradora de Cristo.

As grandes portas nos recordam o versículo do Salmo que dicz:
Que alegría quando me disseram:
«Vamos à Casa do Senhor»!
Nossos pés já estão pisando
Teus limiares, Jerusalém. (Salmo 122)

Entremos na tenda de Deus entre os homens, busquemos a proximidade de Maria, abramos os olhos, os ouvidos e o coração para descobrir os mistérios que esta casa de Deus possui para nós.



A Igreja dos Peregrinos em dados:


Ano e tempo de construção: 1999, janeiro a julho
Arquitecto: Alshut, Anton Ratingen
Construção em madeira: Blum, Christoph Holzbau GmbH, Neuwied
em conjunto com Mohr Holzbau GmbH, Trier
Diâmetro: 50 metros
Altura: Até o primeiro anel 12,60 m
até a cruz: 23,50 m
Anel: 9,50 m diâmetro
90 cm altura
34 cm largura

Madeira: Abeto

piso: Granito espanhol "Amarillo Fiorito"
Piso debaixo das cadeiras: madeira de lariço
Volume bruto: Cerca de 15.000 m3
Superfície total: 2.000 m2.

 

 


Igreja dos Peregrinos


Interior da Igreja dos Peregrinos